Meu filho não está falando, o que fazer?
22 de novembro de 2018
Exame Otoneurológico
Exame Otoneurológico
10 de dezembro de 2018

BERA

Também conhecido como PEATE (Potencial Evocado Auditivo do Tronco Encefálico), o exame BERA (Brainstem Evoked Response Audiometry, em inglês) testa a integridade das vias auditivas, desde a orelha interna até a chegada ao tronco cerebral, podendo determinar se existe ou não perda auditiva. Em caso afirmativo, o exame é capaz ainda de definir se a surdez está relacionada com lesões na cóclea, no nervo auditivo ou mesmo no tronco encefálico. Outros exames eletrofisiológicos complementares podem ser realizados no mesmo dia, como emissões otoacústicas.
O exame pode ser indicado para o diagnóstico de perda auditiva em crianças e adultos (em alternativa ou mesmo complementando a audiometria), para identificar como está o desenvolvimento das vias auditivas, avaliação do zumbido, diagnóstico de doenças ou tumores do nervo auditivo ou do tronco encefálico, doenças neurológicas etc.
O BERA é indolor, não invasivo e pode ser realizado em crianças e adultos. Após limpar a pele do lobo das orelhas e a testa com um gel especial, são fixados eletrodos nestes pontos. O paciente fica deitado com os fones de ouvido. O ideal é que ele esteja o mais relaxado possível e com os olhos fechados. Quando o nervo auditivo e as estruturas do tronco encefálico são ativados pelos estímulos sonoros, as respostas elétricas são captadas pelos eletrodos, registradas no equipamento e interpretadas pelo examinador.
Em adultos, o exame dura cerca de 20 a 30 minutos e não é necessária nenhuma preparação prévia. Também não existe nenhum cuidado posterior à avaliação. O paciente pode retomar suas atividades normalmente após o exame.